O Segredo da Dinamarca | Quando os vikings buscam a felicidade

0 Comment

A Dinamarca, país europeu, nórdico, que muitos identificam pelos invernos rigorosos, vikings e design de mobiliário para casa. O livro O Segredo da Dinamarca, da jornalista inglesa Helen Russell, nos leva para uma viagem além do que tradicionalmente conhecemos, nos apresenta características que tornam o país viking um dos mais felizes do mundo. E claro, já sabemos que viajar sempre é uma boa maneira de explorar a cultura de outra nação, certo? Basicamente é isso que o livro nos propõe: entender uma nova cultura e, quem sabe, achar inspiração para aplicar as “dicas” em nossas próprias vidas.

* Mas um alerta, por esse texto ter sido escrito por uma brasileira e destinado para brasileiros, aviso que algumas das dicas apresentadas no livro não cabem em nossa realidade. Em vários momentos do livro pensei “Nossa, mas isso só vai rolar se eu mudar para a Dina”. Alguns itens estão além do nosso controle, e tudo bem, o que vale é focar naquilo que é plausível de acontecer e transformar. Aqui vou reunir um resumo das dicas, apontando aquelas que mais chamaram a minha atenção.

A começar pela “confiança”. Essa é uma das principais dicas apontadas por Helen Russell ao descrever características dos dinamarqueses que os tornam mais felizes. Pelo ranking internacional de transparência de 2018, a Dinamarca é o país menos corrupto do mundo. O pessoal lá paga impostos absurdo, valores que retiram entre 37% e 51% do salário dos trabalhadores. Mas, em compensação, eles sabem que tudo que pagam retornará para a população de alguma forma: os sistemas oferecidos pelo governo são todos eficientes, saúde, transporte, educação, sendo que a maioria das coisas é de graça para os habitantes do país.

Toda essa confiança retorna com segurança para as pessoas viverem a liberdade que lhes é oferecida. Um dos exemplo mais marcantes é a questão profissional: se você decide por uma profissão, mas depois de algum tempo percebe que ela não é exatamente o que você procurava, existe um sistema que garante a segurança para você sair do seu emprego e se dedicar a uma atividade que de fato faça sentido para você. No resumo, você pode arriscar novas oportunidades sem o medo de “e se eu perder o emprego?”, “e se eu não gostar, vou te que continuar nisso por quanto tempo?” ou “Como vou pagar meus boletos?”.

Mas como o foco desse post é incentivá-los a ler, não vou abordar todos os itens. Só mais um, que acho essencial e possível de se reproduzir na nossa realidade: o modo Hygge de viver. O Hygge é tipo um estilo de vida dinamarquês, que foca em você procurar tudo que transmite bem estar: pode ser uma vela, um cobertor, um gatinho e um livro (bem a proposta do Cafés Imaginários), mas também pode ser reunir seus amigos para um pizza acompanhada de vinho e boardgames.  Na imagem ao lado, grifamos as partes que citam o Hygge, basta se inspirar nessas ideias e aplicar no seu cantinho preferido da sua casa, com certeza seus dias vão melhorar, nem que seja um pouquinho.

Tecnicamente falando, admirei muito a maneira como Helen nos apresentou a cultura, foi além do “observar” e escrever. Eu, como jornalista, preciso me inspirar e por a boca para conversar. Todas as observações e curiosidades apresentadas no livro são confirmadas por especialistas regionais, estudiosos, professores, moradores, pessoas do governo e etc. Explorar uma nova cultura pode ser ainda mais interessante se você conversar com as pessoas que residem no local do qual você pretende entender mais profundamente.

O livro tem uma narrativa fácil, mostra o dia a dia (ou mês a mês) da vida na Dinamarca. É uma leitura agradável para relaxar, se inspirar e mudar a sua casa. Talvez até mudar de país…


Serviço:

Título: O Segredo da Dinamarca
Autora: Helen Russell
Editora: Leya
Páginas: 368
Valor de Capa: R$39,90

0 Comments

Leave a Comment